Daniel Nestório Rodrigues

4 Outubro, 2013

Sou Daniel Nestório Rodrigues, frequentei o curso de Biologia Marinha e Biotecnologia na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar em Peniche, tendo concluído em 2006.

Da ESTM guardo boas memórias: muito esforço para acabar o curso no “meu” prazo, boa proximidade com os professores, a beleza de Peniche e, claro, as amizades.

Apesar de parecer um curso com poucas saídas profissionais, nunca estive mais de um mês sem trabalhar na área. Trabalhei por conta de outrem e também por conta própria. Trabalhei quase um ano em aquacultura em Portugal. Depois decidi expandir os meus horizontes e fui para a Flórida em busca de novas experiências. Aí trabalhei para várias empresas de aquariofilia, para a Universidade de Miami (no laboratório de conservação de corais) abri uma empresa de manutenção de aquários – BioReef – adquirindo mais tarde a Web Aquatics Inc. Fui depois trabalhar para a Allfish Emporium (maior loja de aquariofilia do mundo), na qual passado alguns anos assumi as funções de gerente.

Neste momento, trabalho para a empresa “irmã”: a Living Color Ent, onde tenho uma posição corporate – Gestor de Sistemas de Manutenção de Vida Aquática. Sou responsável pela saúde de organismos ornamentais (peixes, corais, invertebrados e plantas) em três lojas; o volume total sob a minha responsabilidade é de 135 000 litros.

Pessoalmente, estou a acabar de escrever um livro em português sobre como manter uma aquário de recife de coral; tenho um blogue com algumas partes do livro e um canal no youtube (reef tank lessons); estou envolvido em fotografia aquática e tenho uma página no Instagram e FacebookCoral Reef Color by Daniel Nestorio. Planeio vender algumas dessas fotos sob o formato de quadros para qualquer parte do mundo.

Penso que a maior contribuição que o IPL me facultou foram mesmo as bases científicas e a prática laboratorial.

Gosto muito da possibilidade proporcionada pela Rede IPLeiri@lumni de poder aceder às bibliotecas das escolas, a artigos científicos, o que é muito importante para mim. Espero também fazer um bom networking para projetos futuros. Se um desses projetos for aprovado, gostaria de desenvolver uma espécie de Silicon Valley na ESTM – o Vale Aquático – enquanto ninho de empresas relacionadas com a aquariofilia, que possam contribuir para o desenvolvimento de calhas de iluminação LED, controladores, apps e software. Este projecto necessitará do contributo de engenheiros e designers das várias escolas do IPL.

Deixo como sugestão uma maior utilização do Linkedin, pois é uma boa ferramenta para Rede IPLeiri@lumni.

Para o testemunho curto, clique aqui…