Nuno Rodrigues

13 Julho, 2015

Chamo-me Nuno Vasco Rodrigues e entre 2000 e 2006 frequentei o curso de Biologia Marinha e Biotecnologia, na ESTM.

As memórias deste meu tempo de estudante são inolvidáveis. Fiz amigos que permanecerão para a vida e vivi experiências únicas, que me moldaram profundamente a nível profissional mas, acima de tudo a nível pessoal. Cheguei um ano depois da nova escola ter sido inaugurada e o ambiente era muito familiar, especialmente porque éramos apenas cerca de 200 alunos.

Também a relação com os professores era de uma familiaridade ímpar e totalmente nova para mim, que tendo crescido em Coimbra, sempre vi o professor universitário como uma figura soberana e pouco acessível.

Lembro-me bem da união entre os alunos, mesmo de cursos diferentes, e de como a população de Peniche nos viam ainda como um “corpo estranho” na cidade, mas nunca de um modo preconceituoso. Fui muito bem recebido em Peniche e na ESTM.

Depois de terminar o curso na ESTM fiz um livro sobre as espécies marinhas das Berlengas, trabalhei em investigação científica em áreas como ecologia marinha e biodiversidade, integrei a equipa de biólogos responsáveis pela abertura de um aquário público e desenvolvi competências na área do mergulho e fotografia subaquática.

Atualmente, sou Science Officer da Flying Sharks (www.flyingsharks.eu), uma empresa portuguesa da qual sou consultor desde 2006 e que se dedica à captura, manutenção e transporte de organismos marinhos para aquários públicos, mas também à educação ambiental e que fornece consultoria na área dos aquários públicos. Sou também consultor externo de biodiversidade marinha na Estrutura de Missão para a Extensão de Plataforma Continental Portuguesa (EMEPC – www.emepc.pt) e membro do grupo de investigação MARE/ESTM, onde desenvolvo investigação em fauna marinha.

Os projetos pessoais que tenho fundem-se com a esfera profissional sempre. Para mim, ser biólogo marinho não é uma profissão, é um modo de vida. Não quereria que fosse de maneira diferente.

Partilho, por isso, algumas das fotografias que fiz no meu “escritório”: https://www.flickr.com/photos/nunovascorodrigues

O IPLeiria permitiu-me conhecer pessoas de todo o país, vindas de diferentes realidades e contextos sociais. Isso fez-me ver a vida de um modo diferente de até então, o que se traduziu numa aquisição de valores e conhecimentos absolutamente críticos para a vida.

Da Rede IPLeiri@lumni espero que me ajude a manter o contacto com pessoas que me são muito queridas e que fizeram de mim o que sou hoje. Espero também que possa ajudar os mais novos a conhecer um bocadinho do que é a realidade da vida de quem há uns anos estava onde eles estão agora e que isso os ajude a fazer as melhores escolhas.

Para o desenvolvimento desta Rede, deixo como sugestão a promoção de um encontro anual dos antigos estudantes de cada escola.

Para o testemunho curto, clique aqui…