José Rodrigues

14 Janeiro, 2019

Chamo-me José Miguel Vitória Rodrigues e frequentei o curso de Professores do Ensino Básico, variante de Educação Musical, entre o ano de 1998 e 2005, na Escola Superior de Educação de Leiria.

Guardo excelentes memórias, pois, durante a frequência da minha Licenciatura, pude usufruir de experiências notáveis que me permitiram ser o profissional que sou hoje, nomeadamente experiências obtidas através de excelentes docentes que o IPLeiria tinha e continua a ter e, também, pela dinâmica social e cultural que a própria cidade tinha e continua a ter hoje.

Após ter terminado o meu curso dediquei-me à lecionação da Educação Musical, porém continuei a obter mais qualificações profissionais na área, tendo posteriormente frequentado e concluído a Licenciatura em Ensino da Música na Escola Superior de Artes de Castelo Branco.

Tenho lecionado em inúmeras instituições e, paralelamente, tenho dinamizado e desenvolvido um projeto pessoal com o título “Primeira Aula de Música” (PAM) destinado à formação musical inicial de crianças em creches, jardins de infância e escolas de 1 CEB. Um projeto que desenvolvo em regime de parceria com algumas instituições, dentro do projeto educativo “Despertar com a Música”. No PAM desenvolvo atividades destinadas à formação de públicos, designadamente a rubrica “Pais e Filhos com Música” e entre outras.

Ao longo destes últimos anos tenho dinamizado e orientado algumas ações de formação no domínio do ensino da música, mais propriamente no Brasil (Itajaí), onde já estive por três vezes (2014, 2015 e 2016) e noutras cidades do nosso país.

Continuo a desenvolver a minha atividade profissional dedicada à lecionação do ensino da música, onde presentemente integro o corpo docente do Conservatório de Música de Santarém. Sou maestro e diretor artístico do projeto municipal Academia de Músicos de Abrantes, diretor artístico e mentor do PAM e o responsável pedagógico da Escola de Música do Orfeão de Abrantes.

Através do PAM, estou a tentar lançar um livro com o título “A mãe Clave”. No presente ano de 2019 desenvolvo uma dinâmica muito forte em várias valências, e desde já sugiro a visita ao Facebook e Youtube do “Primeira Aula de Música” para conhecerem um pouco da atividade profissional que tenho desenvolvido e, na qualidade de maestro, convido à visita do meu perfil, José Miguel Vitoria Rodrigues, website e LinkedIn.

O IPLeiria contribuiu e muito para a minha formação profissional e pessoal, visto que foi a instituição que me possibilitou iniciar a minha carreira académica a nível do ensino superior, contribuindo para o início da minha atividade profissional, pese embora que, a partir do ano 2000, passei a usufruir do estatuto de trabalhador estudante. Na instituição pude contactar com professores e demais profissionais que me auxiliaram a nortear um caminho que me ajudasse a ser bem-sucedido. Foi uma experiência fantástica e com o passar dos anos continuo a aconselhar o IPLeiria a jovens que concluem o ensino secundário, de forma a darem continuidade à sua formação académica.

Espero poder continuar a manter contacto com toda a dinâmica do IPLeiria e poder contribuir com a minha experiência, os meus projetos e demais experiências, para as gerações vindouras.

É sempre bom e motivador dar a conhecer as boas práticas associadas ao IPLeiria daí, o facto de ser possível conhecermos o que cada um anda a fazer, tendo como ponto de partida a casa materna (no meu caso a antiga ESEL, agora ESECS). É extraordinário, pois poderá ser motivador para os atuais alunos/as e para gerações vindouras. Os projetos enquanto alumni por nós desenvolvidos também podem estar ao serviço da instituição, no âmbito de palestras/ conferências ou outras dinâmicas, acrescentando, não só ao nível da instituição IPLeiria, mas da cidade e da região.

Para o testemunho curto clique aqui