Alba Troya

30 Abril, 2012

O meu nome é Alba Troya, frequentei a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, desde o ano letivo de 2007/2008 até junho de 2011, no curso de Tradução e Interpretação Chinês/Português.

O que me chamou à atenção para o IPL foi o curso em si. Porque acho que é um curso com características muito específicas e muito especiais. A nível internacional, aliás! E sobretudo pela possibilidade de fazer metade da licenciatura no próprio país de língua chinesa. Isso foi do que mais gostei, um curso de línguas que oferece essa oportunidade!

Foram muitas, muitas as boas experiencias vividas no IPL! Também houve menos positivas, mas eu prefiro ficar com aquelas que foram positivas! Desde o ensino, houve matérias que gostei mais, outras que gostei menos, mas no geral foi muito positivo! E depois, sobretudo, as experiências pessoais. Ou seja, não só o tempo que passei nas aulas, mas o tempo que passei fora delas. Acho que, foi aí onde aprendi mais!

Continuo a manter contacto com os meus ex-colegas, até porque nós, na nossa turma, éramos poucos, então é quase impossível não manter contacto com eles!

De facto há no IPL o mestrado para continuar a formação na nossa área de línguas. Mas atualmente, já estou a tirar o mestrado e é numa área mais concreta, na qual eu gostava de trabalhar no futuro!

Depois da conclusão do curso, voltei à minha cidade em Espanha e comecei logo à procura de trabalho, principalmente dentro da minha área. É claro que a situação atual é muito difícil, não é? Mas não perco a esperança! De facto, já enviei currículos para a China, para instituições chinesas principalmente! Porque é para lá que eu quero voltar, quero pelo menos passar lá alguns anos da minha vida como trabalhadora!

Em termos profissionais tenho conseguido alguns pequenos trabalhos, que me estão a dar pelo menos um início de carreira, experiência profissional. Mas além disso, para já, não há muita coisa em perspetiva. Tenho planos claro, mas para já nada concreto.

Não tenho de momento nenhum projecto pessoal em mãos, porque como já disse, o meu objetivo principal é trabalhar na área da tradução, mais dentro da tradução audiovisual, legendagem, dobragem. Mais do que na área da tradução literária ou médica. São áreas que também acho interessantes, mas para já, não é o que procuro! Portanto, é por isso que me estou a formar num mestrado na área da tradução audiovisual!

Caso me fosse proposto participar em aulas abertas ou em seminários no âmbito da Rede IPLeiri@lumni, sem dúvida que aceitaria o desafio!

Acho que a mais-valia da Rede será poder ficar em contacto com ex-alunos, mas também com os atuais que possam ter alguma dúvida ou até sugestões. E poder partilhar essas experiências, acho que é muito positivo! Nomeadamente num curso como o meu, em que passamos dois anos fora de casa, acho que pode ser muito útil nesse sentido!

Eu acho que a Rede poderá ser uma importante ferramenta para o desenvolvimento da Região porque irá ser um espaço onde ex-alunos e alunos poderão partilhar experiências e dar a conhecer o que o IPL tem para oferecer. Acho que sim, acho que pode ser muito positivo!

O conselho que deixo aos atuais estudantes é que o mais importante é aproveitar sempre o que cada curso tem a oferecer não é? No meu caso particular, aproveitar as viagens e as estadias lá fora! E estudar evidentemente, mas também aproveitar para conhecer o país! Misturar-se com a gente local, sobretudo! Não ficarem fechados no seu cantinho! Misturar-se, falar na rua, participar nas atividades! No meu caso, foi a música, mas se há pessoas que gostam de arte ou de outra atividade, há sempre mil maneiras de poder partilhar e aprender dessas experiências!

Nos dois anos, tanto em Macau como em Pequim, tive imensa sorte de encontrar duas orquestras (ex: orquestra de jovens de Macau) nas quais consegui tocar, e fazer uma atividade fora do ensino, da frequência da universidade. De alguma maneira, conseguia também relaxar e estar em contacto com pessoas locais, a fazer uma atividade também no local.

A minha mensagem para os alumni, é que aproveitem a Rede, participem, deem as vossas dicas e conselhos! Não sei, acho que partilhando as nossas experiências podemos aprender todos!