Patrícia Soares

12 Março, 2014

Sou a Patrícia Soares, licenciada em Biomecânica pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria. Entrei em 2004 no curso de Gestão, tendo mudado para Biomecânica no ano seguinte, curso que concluí em 2009.

Do meu tempo de estudante no IPLeiria guardo excelentes memórias do convívio passado com colegas de curso, no bar, a estudar na biblioteca e nas semanas académicas. Uma vez que fiz o mestrado noutra instituição, tenho ainda mais consciência da excelente organização da escola, do seu bom funcionamento e cuidado com os alunos.

Alguns meses depois de ter terminado a licenciatura ganhei uma bolsa de investigação no Instituto Gulbenkian de Ciência onde passei os últimos quatro anos, a trabalhar com o tema da tuberculose, na parte bioinformática e epidemiológica. Ao mesmo tempo, comecei um mestrado em Bioestatística, estando neste momento a concluir a tese.

O meu contrato de trabalho terminou há um mês. Em maio próximo irei para Brighton, no Reino Unido, fazer um doutoramento, com o principal objetivo de desenvolver um algoritmo para prever a asma em jovens.

O IPLeiria contribuiu muito para a minha formação ao dar-me as bases necessárias para começar a minha carreira. As cadeiras de Programação foram extremamente úteis para aprender novas linguagens. Tenho de realçar que a escola sempre funcionou muito bem e, no geral, estou muito satisfeita com os anos que passei na ESTG.

Espero que a Rede IPLeiria@lumni permita aos recém-licenciados procurar apoio e ajuda na procura de emprego e que ajude os que já se encontram no mercado de trabalho a trocarem experiências e a recomendarem oportunidades.

Do que já tive oportunidade de ver na página de Facebook da Rede IPLeiri@lumni, parece-me que seria interessante criar uma base de dados com todas as propostas que vão publicando. E talvez dar mais destaque aos projetos dos estudantes mais antigos, que são claramente um exemplo de empreendedorismo. Ou ainda um fórum onde os futuros licenciados possam colocar as suas dúvidas em relação a possíveis saídas profissionais.

Para o testemunho curto, clique aqui…