Diana Vieira

27 Outubro, 2017

Sou Diana Vieira, nascida em Tomar, crescida na Figueira da Foz e vivida pelo Mundo. Frequentei a ESTG entre 2002 e 2007. Hoje posso afirmar com toda a certeza que o ensino que obtive no IPLeiria foi fundamental para alcançar tudo o que consegui até hoje.

Desde que saí de Leiria, nunca deixei a Engenharia do Ambiente para trás. Ainda fiz o Mestrado e Doutoramento em Ciências e Engenharia do Ambiente na Universidade de Aveiro, com outras colegas de Leiria que, tal como eu, sentiram o apelo da Ciência.

Atualmente, sou investigadora no Instituto Superior Técnico (LARSyS – Laboratory of Robotics and Engineering Systems) e na Universidade de Aveiro (CESAM – Centre for Environmental and Marine Studies), estudando o impacto hidrológico e erosivo dos incêndios florestais. Mais concretamente, modelo potenciais riscos hidrológicos que advenham do impacto dos incêndios na floresta. É um tema importante e cuja relevância me motiva a trabalhar diariamente com rigor e a perseverança de quem sabe que está a fazer o que é correto.

Antes de iniciar o Doutoramento, tive ainda a possibilidade de trabalhar num Centro de Investigação Governamental em Pontevedra, Espanha (CIF – Centro de Investigacíon Forestal de Lourizán), onde percebi que o que mais gostava era a ciência aplicada. Em Lourizán tínhamos como objetivo conhecer de perto os problemas ambientais, de forma a poder ajudar o ambiente e as populações afetadas, sendo que o meu trabalho foi mais focado nos incêndios florestais.

E o que tem isto a ver com a ESTG ou o IPLeiria? Tudo. Enquanto estudava em Leiria, desenvolvi um conjunto de capacidades importantes para a minha carreira de investigação, como a capacidade de liderança, ser metódica, capaz de trabalhar em equipa e em multidisciplinaridade, etc. Isto só foi possível devido à excelente docência (de que tanto me orgulho) a que tive acesso, exigente, rigorosa, intensiva, e claro, à paciência que os professores tiveram para me aturar. Na ESTG desenvolvi (talvez com demasiado vigor) uma elevada capacidade crítica, fundamental para qualquer investigador.

Aos meus colegas também devo muito, pois eles também fizeram parte da minha formação. Lembro-me principalmente das noites que passámos no SPA (Sala de Projeto de Ambiente). Das 7h às 4h nesta pequena sala, rimos, chorámos, trabalhámos, gritámos, desesperámos, festejámos e, principalmente, partilhámos a vida de ser estudante na ESTG.

Como tal, gostaria de agradecer ao IPLeiria pela aposta na formação que me foi dada e reconhecer o quanto é uma instituição de excelência.

Gostaria ainda de congratular a iniciativa da Rede IPLeiri@lumni, retomando a ligação dos antigos estudantes à instituição, através destes testemunhos.

Finalmente, gostaria de deixar uma mensagem também aos futuros estudantes e colegas. Há tempo para tudo, desfrutem, estudem, riam e aprendam. Um bem-haja a todos.

Deixo os meus contactos pessoais

Diana Vieira – http://www.cesam.ua.pt/dianac.s.vieira

http://www.maretec.org/en/about-us/team/DianaVieira

E das minhas equipas – http://www.maretec.org/en/about-us

https://www.facebook.com/espteamaveiro/

Para o testemunho curto clique aqui